3 ideias poderosas para te ajudar no mercado imobiliário

0

Procurar por novas estratégias de marketing imobiliário ou se inteirar sobre as mais modernas é uma boa ação para quem pretende continuar firme na profissão, porque a concorrência tem sido cada vez mais bruta.

A primeira grande onda de pessoas migrando para o mercado imobiliário neste século se deu devido a facilidade de acesso a recursos tecnológicos que permitem criar uma imobiliária sem ter uma sede física.

Usando sites de imobiliária, anúncios online, redes sociais se tornou viável investir na carreira e obter resultados semelhantes – ou até melhores – do que trabalhando para uma super imobiliária com vários anos de experiência nas costas.

Então primeiro tivemos a acessibilidade. Depois, com o avançar das décadas surgiu a necessidade, a oportunidade diante de falta de outras, talvez mais tentadoras ou práticas: a onda de desemprego provocada pela crise que abateu o país nos últimos anos, erodindo empresas e consequentemente a economia nacional.

E o cenário que temos é esse: segundo pesquisa divulgada pela Federação Nacional de Corretores de Imóveis (Fenaci), no período de 2013 a 2017 houve um aumento de 23,2% do número de corretores de imóveis. Saltando de 284 mil para 350 mil profissionais.

E certamente diante da falta de retomada de crescimento inquestionável da economia (o que tivemos, até o momento, foi um estancar da crise, a interrupção de séries negativas. O que veio a permitir certo otimismo, inclusive no mercado imobiliário), essa onda migratória não cessou até o presente momento. O que sugere que esse número tenha engordado mais um pouquinho nos últimos anos.

E diante de tamanha concorrência mais do que nunca é necessário investir em estratégias de marketing imobiliário, em boas estratégias que façam seu negócio se distinguir dos demais.

Se percebeu a mesma necessidade, se sente na pele como está concorrida a disputa de clientes no mercado de imóveis, veja nossas dicas de estratégias de marketing imobiliário.

Esperamos que sejam úteis para você.

Quando a situação está russa, neuromarketing

Uma das estratégias de marketing imobiliário para se diferenciar da concorrência é recorrer as que se utilizam de neuromarketing.

Um jeito de se diferenciar da concorrência é encarar assuntos, áreas que podem acrescentar algo no dia a dia de seus negócios, mas que poucos têm vontade, ânimo de se debruçar a respeito por considerarem complexo, denso demais.

Encarar esse tipo de empreitada já demonstra uma qualidade que outros não tiveram: empenho, vontade de aprender, de se destacar, de alcançar estágio ainda não alcançado pela maioria.

O que muitos acabam percebendo que determinados assuntos não são supercomplicados, são apenas extensos, o que exige concentração para o colhimento de todos os dados para entender um processo como um todo.

É o caso do neuromarketing.

Tudo que envolve “neuro” parece que exigi um grande aprofundamento em assuntos da medicina ou da psicologia, mas para entender o essencial em prol de suas necessidades mais relacionadas ao marketing não é necessário tal aprofundamento, embora quanto mais se aprofunde em um assunto é sempre melhor.

Vamos começar pela definição mais básica: neuromarketing é um campo de estudo de marketing que visa estudar o comportamento do consumidor.

E entender o que o consumidor pensa é essencial para, primeiro, conseguir despertar sua atenção e, segundo, convencê-lo de que faz um bom negócio ao fechar uma compra com você.

E sem dúvida se valer de estratégias de marketing imobiliário que sejam eficientes para atrair e fechar compras é o objetivo de todo e qualquer corretor.

A comunicação do neuromarketing

Estudos apontam que de 85% a 95% da decisão de compra dos consumidores é tomada no inconsciente e que levam apenas 2,5 segundos para a tomada de decisão. Os 5% faltantes é usado apenas para justificar a escolha feita.

As estratégias de marketing imobiliário mais comuns investem justamente para estes 5%, para o lado racional do consumidor, o fazendo pensar muito e se questionar se vale a pena a compra ou não. O neuromarketing investe na parte das emoções das pessoas, onde de fato as decisões são tomadas.

Aqui, vamos fornecer uma breve lista de palavras que têm função de acionar essa parte emotiva segundo os estudos de neuromarketing:

  • Status;
  • Merece;
  • Você;
  • Abrir;
  • Possuir;
  • Recompense.

Inclua nas suas estratégias de marketing imobiliário o estudo mais aprofundado de neuromarketing, dirija sua comunicação para as emoções do cliente usando nas suas campanhas de divulgação palavras chaves que mexam com o emocional, com a parte emotiva das pessoas.

Foque nos benefícios, não no preço

Outra das estratégias de marketing imobiliário que mais têm se destacando na atualidade são aquelas que deixam de focar no preço para se concentrar nos benefícios, agregar valor ao produto.

Exaltar muito a questão do preço não é a estratégia mais eficiente, porque o que pode ser considerado vantajoso para você pode não ser para o cliente. Alguns tentam focar nas condições de pagamento, facilidades, descontos etc, para tentar diminuir o impacto de um preço tido como elevado.

Mas isso também é bobagem principalmente se o preço estiver compatível com o valor de mercado.

O que corretores e imobiliárias vem fazendo é persuadir o cliente de que o preço, seja qual for, é razoável devido aos benefícios agregados a compra do apartamento.

 A lógica da comunicação do marketing e da negociação direta é, não se trata apenas da aquisição de um imóvel, mas de uma boa qualidade de vida, uma boa estrutura do entorno, pontos turísticos próximos, comércios, boas escolas e hospitais etc. Não é apenas um imóvel, mas um pacote de benefícios. Pense nisso ao desenvolver suas estratégias de marketing imobiliário.

Seja uma autoridade do assunto

Uma das estratégias de marketing imobiliário que também se encontra em alta é a construção da imagem de “autoridade do assunto” no meio digital.

Anúncios e publicações de postagem na internet são bem mais viáveis economicamente do que o investimento em mídias tradicionais. E os resultados são tão expressivos quanto. Boa parte do público se encontra na internet e pesquisa por produtos e serviços nesse meio. Esses motivos fazem ser interessante desenvolver conteúdo nessa plataforma de comunicação, para atrair esse grande volume de público e convertê-los em seguidores fieis, consumidores.

E para atrair esse público é preciso desenvolver conteúdo, e aqui não estamos falando apenas de anúncios, que são importantes, mas não são suficientes para fazê-lo obter resultados que o destaquem da concorrência. Estamos falando de conteúdo que gere relacionamento com as pessoas alcançadas, que seja instrutivo, forneça conhecimentos úteis para o público e que ajude a gerar confiança entre pessoas e marca.

A boa experiência das pessoas alcançada com esse conteúdo faz com que associem experiências positivas quanto ao seu negócio e o torne uma referência, uma autoridade no assunto, no campo de atuação em que atua. Tais associações, lembranças, impressões serão determinantes para a conversão e fechamento de vendas, mesmo que não ocorram de imediato, mas a médio e longo prazo.

Muitos corretores e corretoras se valem dos serviços de um blog, um blog corporativo para publicar esses conteúdos com finalidade de atração e desenvolvimento de relacionamento, confiança.

Fazer um blog é um processo que a cada dia se torna menos demorado e de custos baixíssimos, mas claro que quanto melhor puder investir em um, mais chances terá de obter resultados expressivos em pouco tempo.

Ranqueamento

Outra vantagem é que pode replicar os posts nas mídias sociais, aumentando, assim, o alcance de público. Um ponto também importante para se destacar, muito usado pelas mais modernas estratégias de marketing imobiliário, é a possibilidade de ranqueamento de seus blog post por meio de técnica SEO.

Ranqueamento se refere a classificação de seu blog ou posts em buscadores como o Google quando as pessoas pesquisam por termos relacionados a sua área de atuação, no caso, mercado imobiliário.

As páginas que mais conseguem atrair visitantes de forma natural, totalmente espontânea, sem necessitar gastar orçamento com anúncios pagos, são as que conseguem figurar na primeira página de resultados, figurar nas primeiras colocações.

E para os buscadores definirem quais páginas devem assumir a dianteira em detrimento de outras de mesmo gênero e assunto estabeleceram um conjunto de critérios nomeados como SEO. Saiba mais a respeito conferindo este post.

  1. Reforçando os principais aspectos dessa dica relacionada a estratégias de marketing imobiliário:
  2. Desenvolva conteúdo para atrair clientes que espontaneamente procuram por assuntos relacionados ao mercado imobiliário;
  3. Engaje-os, propicie uma boa experiência para eles, faça-os associar boas lembranças a sua marca;
  4. Construa a imagem de autoridade no assunto ao abordar todos os temas pertinentes a respeito de mercado imobiliário;
  5. Tal imagem é importantíssima para gerar confiança e diminuir receios;
  6. Outra vantagem é a possibilidade ranqueamento em páginas de pesquisa como o Google.

Essas foram nossas dicas de estratégias de marketing imobiliário, há outras que pode conferir acessando o nosso conteúdo.

Se gostou da publicação, curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio é muito importante para nós.

Você também vai gostar de ler Mais artigos do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.